O fotógrafo que se preza tem que ser feliz e curtir o que faz com muita alegria

Sempre achei que o fotógrafo que se preza deve ter nobre alma de um artista, e assim sendo, conseguirá doar os prazeres do mundo aos olhos dos desatentos. Tem que ser poeta, para rimar a imagem com os sentidos; tem que ser músico, para dar ritmo ao disparo e finalmente, tem que ser pintor e desenhista, para sempre pintar e desenhar com a luz.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *