A importância da interação mãe e filho

 É real que a criança precisa de atenção que vai além dos cuidados diários de dar banho ou amamentar, por exemplo. Os pequenos precisam ser supridos de carinho e contato, através de uma brincadeira e música. Para isso, é preciso estar presente. Exagerar na dose também não é bom, o equilíbrio é sempre a boa medida. Porém, o que eu vejo com mais freqüência, é interação de menos. Chamo isso de terceirização da maternidade. O problema são os reflexos dessa falta de assistência materna.

O carinho, os abraços e beijos, tem grande reflexo na fase adulta e os bebes que recebem essa atenção através da interação entre mãe e filho, são menos estressados, menos ansiosos, e tem mais saúde emocional que os outros que não recebem essa interação. Minha dica é que mesmo depois de um dia cheio vale a pena atrasar um pouquinho a hora do jantar, pegar seu filho no colo e se entregar.

O papel do pai na gestação

 O papel do pai apresenta uma importância extrema no acompanhamento da mãe durante a gravidez e depois do nascimento do bebê. É fundamental, sempre que possível, o acompanhamento de todas as consultas e exames da mãe, bem como a frequência de cursos de preparação para o nascimento.  Estes ajudam no esclarecimento de dúvidas, na adaptação à nova situação e no ensino da preparação para o nascimento propriamente dito.  Uma outra dificuldade com que o pai se depara é com o aumento de sensibilidade da mãe, com a possibilidade de crises de choro, com a instabilidade emocional e com uma maior necessidade de proteção. Neste sentido, é ideal que as manifestações de afecto sejam recíprocas, pois o pai também sente necessidade de afecto e de compreensão. Por vezes a presença frequente do pai é difícil de cumprir, mas o toque na barriga da mãe ao chegar a casa, o falar para ela com um tom de voz terno e tranquilo, são importantes de tal forma que o bebé, depois de nascer, reconhece a voz do pai e transmite emoções positivas nessa situação. 

Sensual Art é sensualidade sem vulgaridade…

Toda mulher sonha em ser tratada como uma estrela. Isso mexe muito com a auto-estima e elas saem da sessão poderosas, realizadas e felizes por encontrarem em si mesmas uma mulher que não conheciam. Uma lembrança pra vida toda. O mais interessante é que são mulheres comuns,que terminam o ensaio se sentindo incrivelmente sensuais.  A sensualidade não tem idade. A foto ressalta a beleza feminina que existe em qualquer idade, bastando ser mulher.
O meu lema é : Sensualidade sem vulgaridade !!!

Converse com seu bebê ainda na barriga

Uma relação saudável de afetividade  entre pais e  filhos começa antes do nascimento. Os vínculos que os pais criam com seus filhos mesmo dentro da barriga da mamãe são de extrema importância para seu desenvolvimento e os benefícios vão acompanha-lo por toda a vida, pois o tornará uma pessoa mais segura. Desde os primeiros meses o  bebê já pode ouvir o que  acontece no mundo lá fora. Por isso o papai e a mamãe já podem começar cantando e conversando com o filho.  Exames mostram que o bebê ainda na barriga relaxa ao ouvir sons de músicas, então evite músicas muito agitadas. A voz dos pais também é reconhecida e reconfortará o bebê quando ele nascer, pois ele se lembrará. As vantagens desse relacionamento de carinho e afeto beneficiarão a adolescência dessa criança, elevando a sua auto-estima, fazendo com que o adolescente consiga passar por essa fase sem maiores transtornos, crescendo seguro e com mais auto-confiança.